LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA: AS AÇÕES PROFILÁTICAS DO PROFISSIONAL ENFERMEIRO

Autores

  • Karine Lubiana Satilho
  • Damiana Guedes-Silva Faema
  • Dionatas Ulises de Oliveira Meneguetti
  • Helena Meika Uesugui

DOI:

https://doi.org/10.31072/rcf.v3i1.109

Palavras-chave:

Leishmania, Educação em saúde, Enfermagem

Resumo

Trata-se de pesquisa de revisão de literatura descritiva, exploratória e quantitativa, com os objetivos de revisar a literatura sobre a LTA; descrever a importância da vigilância epidemiológica no controle LTA no Brasil; identificar os tratamentos da LTA e destacar as ações profiláticas dos profissionais de enfermagem. A coleta dos dados ocorreu nas bases de dados da Biblioteca Virtual de Saúde (BVS), Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP, PUBMED e Manuais do Ministério da Saúde, sendo utilizados 38 referenciais. Constatou-se nesta revisão que a LTA é uma doença antiga, com manifestações clínicas visíveis que acarreta um envolvimento psicológico refletindo no campo social e econômico do indivíduo. É uma doença que está em expansão geográfica no Brasil, porém é uma doença negligenciada, que necessita de uma maior atenção dos enfermeiros juntamente com a vigilância epidemiológica através de ações de saúde que garanta uma melhor qualidade de vida para estes pacientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-06-30

Como Citar

Satilho, K. L., Guedes-Silva, D., Meneguetti, D. U. de O., & Uesugui, H. M. (2012). LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA: AS AÇÕES PROFILÁTICAS DO PROFISSIONAL ENFERMEIRO. Revista Científica Da Faculdade De Educação E Meio Ambiente, 3(1), 22–38. https://doi.org/10.31072/rcf.v3i1.109

Edição

Seção

Artigos (Ciências da Saúde)