O PROFISSIONAL ENFERMEIRO UMA VISÃO SOBRE VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA NO PARTO E NASCIMENTO

Autores

  • Amanda Alves de Oliveira Acadêmica do Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA
  • Geiciane Rafaela Acadêmica do Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA
  • Natielli da Silva Zambiazi Acadêmica do Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA
  • Raiane Alves Leite Acadêmica do Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA
  • Eliel Fábio da Silva Paixão Enfermeiro, Prof. Esp. do Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA (Orientador)
  • Fabíola de Souza Ronconi Enfermeira, Profa. Esp. do Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA (Orientadora)

Palavras-chave:

Violência Obstétrica, Mulher, Parto

Resumo

A violência obstétrica está definida de forma contextual como qualquer ato ou intervenção direcionada à parturiente e ao seu bebê praticado sem o consentimento informado pela mulher ou o desrespeito à sua integralidade física e mental, suas ações, preferências e os seus sentimentos. Esse tipo de violência vem ganhando enormes proporções em nível mundial, presente nas comunidades que afeta todas as pessoas independente de sua posição social, etnia, raça ou crença (1). O abuso e o desrespeito causado durante o pré-natal e/ou o parto é uma violação dos direitos humanos conforme consta na lei nº 4.319 de março de 1964 (1).Esta publicação visa demonstrar que a violência obstétrica ainda existe por trás das portas de um ambiente hospitalar (3).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-08-26

Como Citar

Oliveira, A. A. de ., Rafaela, G. ., Zambiazi, N. da S. ., Leite, R. A. ., Paixão, E. F. da S. ., & Ronconi, F. de S. . (2020). O PROFISSIONAL ENFERMEIRO UMA VISÃO SOBRE VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA NO PARTO E NASCIMENTO. Revista Científica Da Faculdade De Educação E Meio Ambiente, 10(edespenf), 95–98. Recuperado de https://revista.faema.edu.br/index.php/Revista-FAEMA/article/view/1128