PROFISSIONAL ENFERMEIRO: GATILHOS QUE DESENCADEIAM O ESTRESSE

Autores

  • Thaislâine Marques da Silva Acadêmica do Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA
  • Lucas Rafael dos Santos Acadêmico do Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA
  • Thays Dutra Chiarato Veríssimo Enfermeira, Profa. Ma. do Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA (Orientadoras)
  • Mariana Ferreira Alves de Carvalho Enfermeira, Profa. Ma. do Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA (Orientadora)

Palavras-chave:

Enfermagem, Estresse, Gatilhos

Resumo

A enfermagem, em análise crítica, é uma profissão suscetível a riscos tanto positivos como negativos, vidas de pessoas sob a própria cautela, com as exigências familiares (1). Apesar dos avanços tecnológicos, o encargo em saúde permanece sustentado pela mão de obra exorbitante e com níveis distintos de controle dos componentes que interagem no método. Neste procedimento o enfermeiro tem como atuação de serviço e como sujeito de prática o próprio profissional: contudo, trabalha de forma normatizada, fragmentada, com excessivo dever de rotatividades e de turnos,
cobrança por persistente aumento de informações (2). Estas circunstâncias de letargia, quando somadas ao tempo, poderão produzir adoecimento nos profissionais (3). A extenuação física e emocional está relacionado explicitamente a subjetividade, tanto das percepções percepção de sua ocorrência, como na resposta do indivíduo a ele, isto pode ser verificado, no ambiente de urgência e emergência, no que o enfermeiro vivencia situações imprevisíveis que envolvem tensão, medo, sofrimento e morte, que podem desencadear o estresse ocupacional (4).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-08-26

Como Citar

Silva, T. M. da ., Santos, L. R. dos ., Veríssimo, T. D. C. ., & Carvalho, M. F. A. de . (2020). PROFISSIONAL ENFERMEIRO: GATILHOS QUE DESENCADEIAM O ESTRESSE. Revista Científica Da Faculdade De Educação E Meio Ambiente, 10(edespenf), 105–112. Recuperado de https://revista.faema.edu.br/index.php/Revista-FAEMA/article/view/1130