SABERES TRADICIONAIS E A ESCOLA: O FUTURO DA SOCIEDADE SUSTENTÁVEL

Autores

  • Eduardo Beltrão de Lucena Córdula PRODEMA-UFPB

DOI:

https://doi.org/10.31072/rcf.v4i1.146

Palavras-chave:

Comunidades, Saberes Tradicionais, Sociedade, Ciência

Resumo

O futuro da sociedade contemporânea está atualmente tomando novos rumos, através da escola, que resgata e valoriza os saberes tradicionais das comunidades, externalizados pelo seu alunado, construindo conhecimentos e redescobrindo conhecimentos que se perderiam ao longo do tempo. Objetivando conhecer e valorizar tais saberes, através da de uma pesquisa qualitativa e de Observação Participante, atuando em uma escola pública municipal de Cabedelo, Paraíba, durante as aulas de Ciências para o Ensino Fundamental II, conseguimos conhecer saberes, lendas e mitos locais, que se somaram aos conhecimentos didático-científicos na formação do alunado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Beltrão de Lucena Córdula, PRODEMA-UFPB

É Mestrando do Programa de Pós-Graduação em desenvolvimento e Meio Ambiente da UFPB (2013-2012), Especialista em Supervisão Escolar pelo IESP (2009), Licenciado em Biologia pela UFPB (2002), Diretor da SEMA/Cabedelo-PB; Pesquisador do GEPEA/GEPEC da UFPB/CE.

Downloads

Publicado

2013-07-21

Como Citar

Beltrão de Lucena Córdula, E. (2013). SABERES TRADICIONAIS E A ESCOLA: O FUTURO DA SOCIEDADE SUSTENTÁVEL. Revista Científica Da Faculdade De Educação E Meio Ambiente, 4(1), 106–110. https://doi.org/10.31072/rcf.v4i1.146

Edição

Seção

Comunicações Breves