FISIOTERAPIA COMO MÉTODO DE TRATAMENTO CONSERVADOR NA ESCOLIOSE: UMA REVISÃO

Autores

  • Ana Claudia Petrini Fisioterapeuta, Mestre em Fisioterapia, Coordenadora do Curso de Fisioterapia da Faculdade de Educação e Meio Ambiente (FAEMA) – Ariquemes (RO), Brasil
  • Ariane Cristina Venceslau Fisioterapeuta, Programa de Pós Graduação Latu Sensu, Unicamp – Campinas (SP), Brasil
  • Luana Gomes de Oliveira Fisioterapeuta, Programa de Pós-GraduaçãoStricto Sensu em Ciências do Movimento Humano, Faculdade de Ciências da Saúde, Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) - Piracicaba (SP), Brasil
  • Silvia de José Matos Colombo Fisioterapeuta, Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP

DOI:

https://doi.org/10.31072/rcf.v6i2.308

Palavras-chave:

Escoliose, Tratamento Fisioterapêutico.

Resumo

A escoliose é uma alteração postural definida como inclinação lateral da coluna no plano frontal. Sua possível causa pode estar associada a fatores neuromusculares, congênitos e posturais, sendo o tratamento conservador ou cirúrgico dependendo de sua classificação e evolução. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão da literatura sobre a efetividade da utilização de métodos fisioterapêuticos no tratamento conservador da escoliose. Foi realizado um levantamento bibliográfico nas bases de dados SciELO, PubMed, LILACS, Google Acadêmico e no Portal de Periódicos da CAPES de artigos científicos publicados entre o ano de 1999 e 2014. Foram encontrados 37 estudos que contemplaram as palavras chaves pré-estabelecidas e dentre eles apenas 11 contemplaram os critérios de inclusão para a presente revisão. Os estudos científicos encontrados visam à utilização de métodos fisioterapêuticos para o tratamento conservador da escoliose como: o Método Klapp, RPG (Reeducação Postural Global), Corrente Russa, Isostretching, Quiropraxia, Terapia Manual e Pilates. Observou-se grande divergência metodológica entre os artigos selecionados; os resultados obtidos nos estudos demonstram diferentes níveis de efetividade do tratamento fisioterapêutico na diminuição da curva escoliótica e da dor provocada pela escoliose.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-16

Como Citar

Petrini, A. C., Venceslau, A. C., de Oliveira, L. G., & Colombo, S. de J. M. (2015). FISIOTERAPIA COMO MÉTODO DE TRATAMENTO CONSERVADOR NA ESCOLIOSE: UMA REVISÃO. Revista Científica Da Faculdade De Educação E Meio Ambiente, 6(2), 17–35. https://doi.org/10.31072/rcf.v6i2.308

Edição

Seção

Artigos (Ciências da Saúde)