Geoprocessamento na análise espaço-temporal da cobertura vegetal do município de Seridó – PB

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31072/rcf.v9i1.540

Palavras-chave:

Índices de vegetação por diferença normalizada, IVDN, Composições multiespectrais ajustadas, Degradação

Resumo

A utilização das técnicas de geoprocessamento e de sensoriamento remoto nos estudos de quantificação da cobertura vegetal contribui para a eficiência e confiabilidade nas análises que envolvem os processos de degradação da vegetação natural, já que os índices de vegetação são parâmetros indicadores de qualidade ambiental.  O Seridó Oriental paraibano, é uma região que apresenta fortes indícios de degradação ambiental devido ao uso e exploração inadequados dos seus recursos naturais. Este estudo teve como objetivo analisar a dinâmica espaço-temporal da cobertura vegetal do solo no município de Seridó - PB, nos anos de 1990 e 2013. Foram elaborados mapas de Índices de Vegetação por Diferença Normalizada (IVDN) e as Composições Multiespectrais Ajustadas (CMA) por intermédio do software SPRING, versão 5.4.2, utilizando imagens orbitais TM/LANDSAT 5 para o ano de 1990 e TM/LANDSAT 8 para o ano de 2013 adquiridas no acervo de imagens do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). A escala temporal de análise permitiu verificar ao longo do período de 23 anos a variação da cobertura vegetal da região, caracterizada pelo aumento das áreas degradadas devido a atividades antrópicas, tornando a região imprópria para as atividades agrícolas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-04-11

Como Citar

Lima, F. C. de, Lima, S. C. de, Basílio, R. F., & Moraes Neto, J. M. de. (2018). Geoprocessamento na análise espaço-temporal da cobertura vegetal do município de Seridó – PB. Revista Científica Da Faculdade De Educação E Meio Ambiente, 9(1), 266–275. https://doi.org/10.31072/rcf.v9i1.540

Edição

Seção

Artigos (Ciências Ambientais)