UMA ABORDAGEM SOBRE A INTER-RELAÇÃO DE CITOCINAS NA ARTRITE REUMATÓIDE.

Autores

  • Diego Lucas Campos Discente do Curso de graduação em Farmácia da FAEMA.
  • Leandro Fantin de Ponte Discente do Curso de graduação em Farmácia da FAEMA.
  • Fernanda Torres Especialista em Hematologia, Professora do Curso de Farmácia na Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA, Ariquemes –RO.
  • Jucélia Nunes da Silva Especialista em Análises Clínicas, Professora do Curso de Farmácia na Faculdade de Educação e Meio Ambiente – FAEMA, Ariquemes – RO.
  • André Tomaz Terra Júnior Farmacêutico Industrial / Medicamentos, Mestre em Oncologia Clínica, Terapia Celular e Células Tronco pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – FMRP - USP, Docente do Curso de Graduação em Farmácia da FAEMA. https://orcid.org/0000-0001-7365-5284

DOI:

https://doi.org/10.31072/rcf.v7i1.366

Palavras-chave:

Artrite Reumatóide, Inflamação

Resumo

O sistema imunológico é importante mecanismo de defesa e proteção do corpo contra as ações de agentes internos e externos, contudo, tal sistema pode atuar contra substâncias, células, órgão ou tecidos do próprio organismo, processo este denominado auto-imunidade, importante na regulação homeostática, que quando se desenvolve de forma patológica é capaz de gerar danos irreparáveis ao organismo, ocasionando as doenças auto-imunes. A artrite reumatóide é uma doença auto-imune, de etiologia exata ainda desconhecida, caracterizada pela ação inflamatória e degenerativa dos ossos e cartilagens das articulações, onde durante o desenvolvimento do processo inflamatório ocorre à síntese em grande escala de mediadores químicos denominados citocinas, principalmente as interleucinas IL-1, IL-6 e fator de necrose tumoral TNF-alfa. O objetivo deste trabalho foi descrever através de pesquisa sobre forma de revisão de literatura a relação entre artrite reumatóide e a ação das citocinas. A artrite reumatóide é uma doença que apresenta alta taxa de morbidade e é fator de risco para diversas doenças. A ação inflamatória da artrite reumatóide envolve uma série de processos, dentre os quais as ações de mediadores químicos como as citocinas desempenham papel fundamental durante o quadro inflamatório, consequentemente contribuindo para o quadro evolutivo crônico da doença.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-07-19

Como Citar

Lucas, D., Fantin , L., Torres, F., Nunes , J., & Tomaz Terra, A. . (2016). UMA ABORDAGEM SOBRE A INTER-RELAÇÃO DE CITOCINAS NA ARTRITE REUMATÓIDE. Revista Científica Da Faculdade De Educação E Meio Ambiente, 7(1), 93–102. https://doi.org/10.31072/rcf.v7i1.366

Edição

Seção

Artigos (Ciências da Saúde)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.